Últimos Posts

  • Vitamina C: o super ingrediente em cosméticos

    A vitamina C tornou-se um dos ingredientes essenciais dos cosméticos. E é que, aplicado na pele, este princípio ativo é um verdadeiro antioxidante...
  • Beneficios Ambar

    O âmbar é um dos ingredientes mais tradicionais em perfumes, mikados e essências. E é que seu aroma  quente, terroso e almiscarado  e seus...
  • Benefícios e propriedades do...

    Na antiguidade, os médicos orientais já conheciam as propriedades medicinais do eucalipto e por isso tratavam as doenças com esta poderosa planta....
  • Os segredos mais bem guardados do ritual de beleza japonês

    Para as japonesas, o envelhecimento não é uma grande preocupação, pois além de possuírem uma boa genética, dedicam-se boa parte do seu tempo à...
  • Benefícios do óleo de gérmen de trigo para a pele e cabelo

    Existem muitos ingredientes naturais que nos ajudam a tornar nossa aparência bonita e bela, e entre esses aliados está o germen de trigo. Um cereal...

comentarios recentes

Não existem comentários

A acupunctura no tratamento da depressão

A acupunctura no tratamento da depressão

A acupuntura no tratamento da depressão é uma terapia alternativa e natural, que tem sido muito procurada para aliviar os sintomas depressivos, além de outros transtornos, como o síndrome do pânico e distúrbios alimentares. Esta técnica produz o equilíbrio entre o corpo e a mente, que segundo a Medicina Tradicional Chinesa (MTC), devem ser tratados como um todo, aumentando a produção de endorfina e serotonina, hormonas da “alegria e do bem-estar”.

O tratamento baseia-se na teoria de que todos os seres vivos possuem uma energia vital, que flui livremente pelo seu corpo, através dos pontos de acupuntura. Aquando da puntura, estimula-se o fluxo livre de energia vital que, por sua vez, reduz os sintomas de ansiedade e depressão.

 

Segundo a MTC existem cinco tipos de depressão de acordo com os cinco movimentos, e o tratamento é diferenciado de acordo com os sinais e sintomas apresentados e a causa desencadeante.

• A depressão acompanhada de medos ou quando a pessoa se assusta com facilidade, podendo ter insónia, distúrbio urinário, ansiedade, dores articulares, indisposição, sem força de vontade, entre outros sintomas é consequência de uma desarmonia do rim.

• A depressão com irritabilidade, TPM, ardor na vista, dores musculares, menstruação com coágulos, unhas que descamam ou quebram com facilidade, entre outros sintomas, surge por desequilíbrio do fígado.

• A depressão em que a pessoa varia entre o estado depressivo e a euforia, com ansiedade, angústia, insónia, taquicardia, palpitações, provém duma condição de coração.

• A depressão com sensação de peso no corpo, preocupação excessiva, stress, com retenção hídrica, entre outros, é gerada pelo baço.

• A depressão em que a pessoa sente opressão torácica, cansa-se rapidamente, chora com facilidade, apresenta problemas de pele, hiper-hidrose, e vários outros sintomas, está, então, relacionada com o pulmão.

 

A acupuntura não trata a doença, mas sim o doente!

 

O tratamento

O tratamento consiste na inserção de agulhas em pontos específicos do corpo, ao longo do trajeto dos meridianos, sendo que os pontos escolhidos variam de acordo com o síndrome de cada um. Para serem determinados, é necessário fazer-se uma avaliação geral do paciente, que vai desde a observação da língua até à palpação do pulso, passando por uma anamnese aprofundada.

O resultado

A acupuntura é, então, uma excelente forma de relaxar, pois dispersa a ansiedade e a tensão, através do equilíbrio do Yin-Yang, aumentando as hormonas da alegria e do bem-estar, equilibrando o corpo e a mente.

Graças a uma avaliação diferenciada e individual, pode determinar-se a principal desarmonia presente, por forma a realizar-se um trabalho de qualidade e com sucesso.

 

A acupuntura surge como uma luz ao fundo do túnel, devolvendo a esperança e ajudando-o a lidar com os distúrbios mentais que o afetam, sem recurso a químicos (antidepressivos, ansiolíticos, calmantes...).

 

As agulhas não provocam efeitos colaterais. Mas, para evitar que as agulhas não sejam devidamente colocadas, é importante procurar por um profissional qualificado, que tenha boas indicações e que conheça muito bem anatomia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

0 Comentário