Últimos Posts

  • Pressoterapia: Promovendo Circulação,...

    A pressoterapia é uma técnica terapêutica que utiliza a pressão do ar para promover uma série de benefícios para o corpo. Também conhecida como...
  • Massagens para aliviar a dor

    As massagens são reconhecidas há séculos como uma poderosa ferramenta para aliviar a dor e promover o bem-estar físico e mental. Ao aplicar pressão...
  • Medicina quântica na saúde mental e equilíbrio emocional

    A medicina quântica oferece uma abordagem inovadora  para promover a saúde mental e emocional. 
  • Entenda a comparação entre a leitura da...

    A leitura da aura envolve a interpretação das energias sutis que rodeiam uma pessoa.  Terapia esta, frequentemente comparada com a...
  • Toda a verdadeira mudança começa de dentro para fora.

    Toda a verdadeira mudança começa de dentro para fora.  Isso significa que, para transformar as nossas vidas de maneira significativa, devemos...

comentarios recentes

Não existem comentários

Terapias Complementares

Terapias Complementares

Quando falamos em terapias complementares, falamos em recuperação e a manutenção da saúde integral. Mais do que tratar doenças, falamos em dar atenção completa ao bem-estar e á saúde das pessoas, considerando aspectos físicos, emocionais e psicológicos.

As terapias complementares tornam-se uma ótima opção  como suporte e enriquecimento aos tratamentos convencionais de saúde. Na verdade, são práticas e tratamentos recomendados por médicos clínicos gerais, neurologistas, psicólogos, e outros tantos profissionais de saúde. A própria Organização Mundial da Saúde (OMS) define este tipo de terapia como um amplo conjunto de práticas de atenção à saúde. 

A grande maioria das terapias complementares, está relacionada entre diferentes países e culturas, como é por exemplo o caso das abordagens indianas, chinesas e japonesas. Estão baseadas em conhecimentos bastante tradicionais e práticas milenares passadas através de gerações. Muitas delas também já foram submetidas à ciência e tiveram a sua eficiência comprovada.

As terapias complementares em conjunto com os tratamentos médicos, podem ajudar a pessoa a preparar-se para receber os medicamentos e, é claro, ter melhor resposta. Por exemplo, em inúmeras situações pacientes que sofrem com depressão recebem através dos seus médicos a recomendação de procurar a acupuntura, homeopatia, a medicina ayurvédica ou o ioga. 

A fim de potencializar o tratamento prescrito pelo médico, o profissional de medicina complementar compõe abordagens que beneficiam o corpo, a mente e o espírito. Foca a promoção da saúde e do bem-estar dos seus pacientes, através de um atendimento altamente personalizado, que leva em conta, além dos aspectos físicos, as condições emocionais, psicológicas e energéticas de cada pessoa. Pode atuar no diagnóstico e no tratamento de indivíduos com os mais diversos desequilíbrios. Isso inclui desde problemas físicos de saúde até carências afetivas e emocionais, por exemplo.

As terapias complementares facilitam o caminho de recuperação em quadros de doença e a manutenção da saúde. Indicadas para tratamentos contra depressão, excesso de peso, stress, hipertensão e muitos outros.  Sendo que não existe remédio para o stress, existem, sim, medicamentos para minimizar os sintomas que este causa, como, dor de cabeça, ansiedade, fadiga e assim por diante. Para resolver a sua causa, é preciso ir direto ao ponto e atacar os fatores que provocam o problema. Muitas vezes, isso tem a ver com um estilo de vida inadequado, com o desequilíbrio emocional, com problemas de relacionamento e tantas outras causas. 

As emoções quando não cuidadas, podem transformar-se em sintomas físicos, como dores, cansaço, crises e outros.  As terapias complementares relacionam a gestão e a transferência de conhecimentos sobre a gestão das emoções. Resultam, a beneficiar  pacientes com  comportamentos obsessivo-compulsivos, compulsivos, depressivos, agressivos e assim por diante. 

As terapias  complementares ajudam a alinhar todos os aspectos da vida, para que qualquer tratamento com medicamentos seja mais eficiente e, com o tempo, torne-se desnecessário. Por não serem invasivas, tornam-se  bastante recomendadas para pacientes com sensibilidade mais alta. Dentro da psicologia infantil por exemplo, as terapias  complementares podem ser uma ótima forma de tratar as crianças sem precisar de utilizar substâncias químicas.

Pela ampla possibilidade de atuação e pela procura emergente de terapias complementares , o esforço e desempenho dos profissionais de terapias são constantemente valorizados. Preparados para receber, acolher e ajudar o ser humano em toda a sua integralidade. 

0 Comentário