Categorias

Últimos Posts

  • REFLEXOLOGIA

    A Reflexologia é um forte antídoto para o “stress”! Relaxa o corpo, a mente e o espírito, normaliza as funções corporais, melhora a circulação...
  • 8 cristais que todas as pessoas intuitivas devem ter em casa

    Os cristais possuem uma elevada vibração energética e são, por esse motivo, uma forma eficaz de proteger a sua própria energia. Tendo em conta que...
  • Depressão espiritual

    Falar de depressão espiritual é um assunto complexo mas torna-se necessário.  A depressão é uma doença séria e o fato é que a depressão...
  • Esta ideia de que o yoga é uma moda...

    Esta ideia de que o yoga é uma moda, diz-se já há muito tempo. Mas, no fundo, acaba por não ser uma moda mas algo que está sempre na boca das...
  • Crónica: Yoga. Por onde começar?

    Antes de verbalizares o teu primeiro “ OM ” ou “ Namastê ”, procura perceber qual o tipo de yoga que é o mais adequado para ti, em função da...

comentarios recentes

Não existem comentários

O Retrato da Depressão na Sociedade

O Retrato da Depressão na Sociedade

Existe algo avassalador acontecendo nos tempos da atualidade, transtornos de ordem mental estão a tornar-se comuns e cada vez mais observados ao nosso redor. Mal que não durará para sempre, embora seja para vida inteira.

 Ao abordarmos este tema no Blogue Edite Dayspa sabemos estar a focar um assunto bastante delicado, esperamos que isso venha a fazer a diferença, a sociedade precisa evoluir e só evoluirá através das experiências e do conhecimento, demonstrando muito mais do que diagnósticos referidos em estatísticas.

Patologia como depressão, ansiedade, ou síndromes associadas a variados transtornos de comportamento, quem não possui, certamente tem alguém na sua família ou amigo que apresenta algum desses quadros. Os transtornos ansiosos, são comuns tanto em crianças, quanto em adultos, embora apareçam mais frequentemente no fim da adolescência ou início da vida adulta, crianças e pré-adolescentes também podem sofrer com esse transtornos, o número de diagnósticos entre crianças e adolescentes cresceu 40 vezes na última década. A hipótese para esse aumento é a maior conscientização de médicos, ou ainda um possível excesso de diagnóstico, em que uma criança mal-humorada pode ser tratada como doente.

Todos nós, apesar de termos capacidades ilimitadas, possuímos cada um a sua própria identidade, estamos sujeitos às oscilações da vida, e reagiremos melhor ou pior a depender de fatores internos e externos, que utilizaremos como recursos para nos reequilibrar.

Sinónimo de baixa serotonina, a depressão é uma doença que afeta principalmente a mente, bem como as emoções. Além de ser “invisível”, é incurável, não considerada,  vem carregada de preconceito pela sociedade crítica, que designa de forma perversa estas patologias, e por esse medo, precaução e insegurança, quem na realidade assim se sente acaba por muitas vezes ocultar da sociedade. É um desafio diário, tanto para a compreensão pessoal da doença, quanto para a dificuldade de compartilhar o que sente. A grande maioria guarda para si o “segredo de ser diferente”, tropeça, cai e levanta sozinho.

Aconselhamos, a falar ou não, o que importa é se render, o diagnóstico correto é a única “luz ao fundo do túnel”. Os tratamentos para o controle de stress e também como os demais transtornos, poderá ter mesmo de passar pela toma de fármacos respetivos aos sintomas. Os transtornos de ordem mental são algo de gravidade imensa, que precisam ser tratados com carinho, por todo aquele que perceba que existe ali uma alma aflita, em sofrimento. Torna-se fundamental que se faça bom uso de terapias, pois querer será sempre poder, para quem acredita que tudo pode sempre ser melhor.

É preciso uma adaptação às circunstâncias em todo contexto social adquirido e onde se encontram inseridos, lembrando que mesmo com problemas, a vida não deve impedir que sigamos todos adoecidos ou não rumo a melhores condições, mentais, emocionais e também espirituais.

A Energia transborda Amor e Sabedoria para quem esteja disposto a fazer deste mundo um lugar melhor!

0 Comentário

Deixe o seu comentário

Reload

Enviar